Talvez

02:28


           Faltam poucos dias para acabar o ano e eu me sinto [...]
          Não, na verdade eu não sinto, não sinto nada. Há um vazio aqui. Tudo está bem, sempre tenho lugares pra ir, amigos pra visitar, festas para me embebedar. É confuso, me sinto vazia, cansada, exausta. Quando estou em casa durmo muito e mesmo assim esse cansaço não passa, talvez seja um outro tipo de cansaço, aquele tipo que te deixa incompleta, parada no tempo, perdida no espaço, talvez.
         Está tarde, todos aqui em casa estão dormindo, cheguei a pouco tempo em casa, fiquei fora por um tempo. Talvez eu ainda esteja fora, fora de mim. Talvez eu esteja em algum lugar bonito olhando o céu. Passa um programa qualquer na TV, é ruim, mas não tenho forças nem para mudar de canal. Só quero ficar quieta, em silencio. Esse silencio todo esta me enlouquecendo, não consigo mais ouvir a minha voz interior, antes ela gritava, agora ela parece não estar mais lá.
       Tenho pensado em muitas coisas, em mudar. Em fazer um curso legal, arrumar um emprego maneiro, ter o meu próprio dinheiro, mas ficar bêbada é muito melhor do que enfrentar a vida lá fora. Eu sei que uma hora ou outra terei de fazer isso, mas por agora, não.
        Realmente não sei de onde tirei forças para escrever algo, faz muito tempo que não escrevo nada. Tem tudo ficado aqui dentro. Tenho muito o que dizer, mas nenhuma força. Nada. Estou desencantada da vida. As cores já não brilham como antes. O céu já não é tão azul. Algo mudou, eu mudei. Talvez eu me encontre por ai. Talvez tudo mude novamente. Talvez o brilho volte. Talvez.
       

You Might Also Like

0 comentários