O dia que não terminou

18:30


Ontem foi um dia difícil, eu não queria sair de casa, mas meus amigos insistiram muito e acabei cedendo. Não bebi nada e não fumei nenhum cigarro, eu não sentia vontade de fazer nada, também não comi e falei pouco, a maioria das vezes eu só respondia perguntas, não puxei nenhum assunto e me distrai fácil nos assuntos prolongados. A verdade é que eu só conseguia me preocupar com o horário que chegaria em casa e eu nunca me preocupo de fato com isso, eu estava com medo e me sentindo sozinha, tão sozinha que doía, o problema maior é que meus amigos estavam ali, a única coisa que eu tenho para me apoiar desde que sai da psiquiatra é a amizade deles, mas sinto que estou me afastando cada vez mais, aparentemente ficar sozinha tem sido melhor para mim.

Hoje está sendo um dia difícil, eu queria muito sair de casa, mas estou desanimando aos poucos, meus amigos continuam insistindo, mas não vai funcionar hoje. Não bebi nada e não fumei nenhum cigarro, e continuo sem vontade de fazer alguma coisa, também não comi e falei pouco.
Estou sentada na cama há quase três horas agora, tentei lavar o banheiro, passar pano na casa, mas eu simplesmente não consigo, exige demais de mim, meus braços doem só de pensar no esforço para fazer qualquer coisa. É ainda mais estranho porque não me sinto desanimada, nem triste, nem cansada, eu só não sinto nada, e as vezes essa é a pior parte porque fico repassando momentos ruins na minha cabeça só para ter certeza de que não me tornei um robô, e descubro que ainda consigo sentir algo, mas só algo ruim, não funciona com as lembranças boas.
Tomei alguns remédios para dor, mesmo que eu não esteja com dor, eu só queria uma desculpa para dormir um pouco mais nessa tarde, ainda não consegui dormir e só consigo pensar se tomei a quantidade adequada para dormir por várias horas e o que aconteceria se eu tomasse mais alguns, me pergunto se eu morreria ou se dormiria mais rápido, eu gostaria de dormir mais rápido, ou dormir para sempre.
Tentei ler um livro para ver se me dava sono, li três linhas e já quis morrer de tão cansativo que é, dei uma olhada nas redes sociais, mas meus olhos ardem com a luz do celular, ignorei algumas mensagens da minha melhor amiga me chamando para uma festa, depois é só fingir que não vi as mensagens, pelo menos ela vai ter uma noite divertida, algo que eu não posso proporcionar para ela agora. Virei de um lado para o outro na cama, olhei para o relógio, o tempo parou para mim. Passei alguns minutos olhando para o teto, nem anoiteceu e eu já quero dormir até amanhã.
Levantei da cama e fui até o banheiro, tomei mais alguns remédios para dor, talvez agora funcionassem. Deitei de novo e chorei, eu não sabia o motivo, só queria chorar. Pensei em ligar para minha melhor amiga, mas não queria atrapalhá-la, estava tudo bem há dois minutos atrás e eu simplesmente não sei o que estava acontecendo agora. Pensei em ligar para o último cara com quem fiquei por algum tempo, ele sempre me ouvia, mas me lembrei que ele me deixou por eu ser difícil de lidar, que minhas “crises” o afetavam, eu não sabia de quais crises ele estava falando, mas aceitei sua ida. Eu gostaria de ir embora de mim agora.
Me acalmei depois de um tempo, decidi ligar para minha melhor amiga no dia seguinte e dormi, mas não teve dia seguinte, não para mim.

You Might Also Like

0 comentários