Amor

23:28


Pensar em você faz o meu coração flutuar, eu sei, é estranho pensar nisso, mas é verdade. Passei grande parte do meu tempo pensando em como eu conseguiria descrever a sensação de te amar, e me lembrei de quando assumi o amor para mim e de quando te vi a primeira vez depois disso e fiquei em silêncio por medo de te assustar, mas você disse primeiro.
Estávamos no escuro, deitada na cama eu só conseguia enxergar o formato dos seus cabelos bagunçados enquanto você permanecia em cima de mim, me encarando, como se estivesse tentando guardar cada traço do meu rosto para futuros pensamentos ou sonhos. Lembro de ter sorrido feito boba quando você sussurrou, “você é linda, eu te amo”, meu coração só flutuou dentro de mim, como se ele finalmente estivesse em paz.
Minha bagunça era tão sozinha antes de você, agora ela é aconchegante, confortável, não me sinto mais sozinha no meio desse oceano de sentimentos mal resolvidos. Quando minha última faísca de esperança se preparava para apagar você surgiu e acendeu uma fogueira de motivos para que eu fosse melhor, nunca vou saber como te agradecer por isso.
Talvez em alguns meses eu não seja mais o que você quer, talvez esse tempo longe te faça perceber que eu sou um problema constante e que as coisas só vão ficar mais confusas, mas talvez você queira tentar, e se você quiser, eu vou estar aqui. Eu sei que era para ser um tempo para pensar, e eu sei que você precisa disso agora, mas eu tenho tantas coisas que eu queria dizer e nunca disse, e provavelmente nunca vou dizer. Na próxima vez eu digo, eu juro, talvez na próxima.


You Might Also Like

0 comentários